SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

28 de mai de 2013

Funerárias que apoiam Polícia Civil começam a atuar e vão receber R$ 92 por corpo removido.


Empresas foram contratadas por meio de licitação e atenderão a 24 cidades da região metropolitana de Belo Horizonte; novo edital será aberto para cobrir outros 16 municípios

Enviar por e-mail
Imprimir
Aumentar letra
Diminur letra
Fonte Normal
Serviço. Rabecão é necessário em remoções no caso de mortes violentas ou por causas desconhecidas
Rabecão é necessário em remoções por morte violenta ou causas desconhecidas
PUBLICADO EM 28/05/13 - 14h2
Começaram a atuar nesta terça-feira (28) duas funerárias que auxiliarão o serviço dos rabecões da Polícia Civil. A Jada Pax e a Cintra foram contratadas por meio do processo de licitação. As duas empresas prestarão  serviço terceirizado de remoção de corpos na região Metropolitana de Belo Horizonte, e poderão ser acionadas a qualquer momento. Para cada corpo removido, a empresa receberá R$ 92 do Estado.


A Funerária Jada Pax atenderá às cidades de e Florestal, Juatuba, Mateus Leme, Igarapé, Betim, São Joaquim de Bicas, Mário Campos, Sarzedo, Ibirité, Brumadinho, Itatiaiaçu, Rio Manso, Moeda, Crucilândia e Piedade dos Gerais. Já a Funerária Cintra atenderá a Contagem, Esmeraldas, Ribeirão das Neves, Vespasiano, São José da Lapa, Pedro Leopoldo, Confins, Matozinhos e Capim Branco.

FONTE:O TEMPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário