SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

28 de mai de 2013

Fogo ateado em cela deixa quatro feridos no CERESP/JF.


Por Tribuna
Dois veículos do Corpo de Bombeiros, foram deslocadas para socorrer as vítimas

Pelo menos 14 pessoas precisaram de atendimento médico em decorrência de um incêndio na noite desta segunda-feira (27) no Ceresp de Juiz de Fora. A suspeita é de que os próprios presos atearam fogo em uma das celas, provocando tensão na unidade prisional. A ocorrência foi registrada pela PM por volta das 20h30, quando a corporação foi acionada para prestar auxílio. Quatro detentos ficaram gravemente feridos, com até 80% do corpo queimado. Os demais teriam sofrido ferimentos ou inalado fumaça, conforme informações da Secretaria de Saúde. Quatro ambulâncias do Samu, além de dois veículos do Corpo de Bombeiros, foram deslocadas para socorrer as vítimas e conter as chamas. Os detentos foram levados para diversas unidades de saúde, sendo que alguns foram atendidos no próprio ambulatório do Ceresp.
Conforme nota enviada pela Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi), vinculada à Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por volta das 20h, agentes penitenciários controlaram o princípio de incêndio em uma cela que estaria ocupada por quatro detentos. "Os agentes acionaram imediatamente o Corpo de Bombeiros e o Samu, que prestaram os primeiros socorros e conduziram os presos para atendimento." O órgão ainda informa que a unidade instaurou procedimento interno para apurar as circunstâncias da ação.
Com capacidade para 334 internos, ontem a unidade tinha 885 pessoas. Na avaliação do presidente da 4ª Subseção da OAB, Denilson Clozato, a superlotação favorece esse tipo de delito. "Há muito tempo denunciamos a superlotação do Ceresp, mas parece que as autoridades estão aguardando o pior para tomar providência." Conforme Denilson, a OAB ainda não havia sido comunicada oficialmente sobre a ocorrência, mas diz que vai solicitar à Comissão de Direitos Humanos da subseção que acompanhe a apuração e faça vistoria no local.
No dia 28 de novembro de 2012, em ocorrência semelhante, oito pessoas ficaram feridas depois de um incêndio também em uma cela.

FONTE: TRIBUNA-JF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário