SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

13 de mai de 2013

Administração Penitenciária dar cumprimento a Mandados de prisão de Alto Risco!




A Secretaria de Administração Penitenciária deu inicio ao cumprimento de mais uma diretriz da atual gestão, qual seja, dar cumprimento a Mandados de prisão de Alto Risco.
No inicio da atual gestão, a Gerencia de Inteligência – GEPLASI-SEAP foi fortalecida e criada o setor especifico para levantamento de informações de indivíduos foragidos do Sistema Prisional da Paraíba, bem como de outros Estados da Federação.
Sendo assim, acerca de duas semanas, a GEPLASI levantou informações acerca de que um individuo de nome JOSUÉ GABRIEL DA SILVA, 47 anos de idade, encontrava-se homiziado na Paraíba, trabalhando como vigia noturno de uma Bar localizado na Orla do Bessa, porque havia sido condenado a 30 anos de prisão em regime fechado (Maximo de uma pena privativa de liberdade) pela primeira Vara do Tribunal do Júri da Comarca do Recife-PE, juntamente, com outros três comparsas, como incursos nas penas do art. 121, §2°, incisos I e IV e art. 121, § 2º, inciso I e IV, c/c o art. 14, inciso II, todos do Código Penal, uma vez que em dia 07 de agosto de 1991, no bairro do Totó, no Recife, o acusado e seus comparsas, ceifaram a vida de ROGÉRIO FRANCISCO DA SILVA e de EDSON PIRES DE ASSIS , motivado por encomenda, ou seja, pistolagem.
ROGÉRIO FRANCISCO DA SILVA, havia cumprido 05 anos de prisão no Presídio Barreto Campelo em Recife, porem conseguiu fugir e se homiziar na Paraíba a quase 08 anos.
Diante das informações, foram efetivadas varias vigilâncias e campanas por parte dos agentes da GEPLASI-SEAP, sendo que tais informações foram repassadas para o Grupo Penitenciário de Operações Especiais – GPOE, grupo esse responsável pela execução de operações de alto risco, culminando na noite do dia 11.05.2013, com a prisão de JOSUÉ GABRIEL DA SILVA, defronte ao estabelecimento em que ele trabalhava, dando inicio as operações da SEAP em dar cumprimento a Mandados de Alto Risco.
JOSUÉ GABRIEL DA SILVA, não resistiu a prisão e nem foi encontrado armado, apesar de existir informações que o acusado trabalhava utilizando um revolver calibre .38.
O Secretário de Administração Penitenciária do Estado, o Delegado de Policia Wallber Virgolino, participou da operação e disse que, “é imprescindível que a SEAP realize não apenas operações dentro do âmbito das Unidades Prisionais, mas também cumpra mandados de prisão de indivíduos foragidos do próprio Sistema Prisional Paraibano, bem como capture foragidos de outros Estados da Federação que estejam homiziados na Paraíba. Os levantamentos vão continuar, no sentido de subsidiar novas operações para que criminosos foragidos de alto risco e periculosidade sejam recolocados atrás das grades, auxiliando assim a Segurança Publica na busca da paz social tão almejadas”.
ROGÉRIO FRANCISCO DA SILVA, após a prisão foi levado para a 12DD, onde seguirá para um dos presídios da Capital e, depois, recambiado para o Estado do Pernambuco.
Segundo Virgolino, “fica agora a cargo da Policia Civil os levantamentos acerca do envolvimento de ROGÉRIO FRANCISCO DA SILVA com a prática de outros homicídios na Paraíba e em outros Estados da Federação”.

FONTE:http://www.paraiba.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário