SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

30 de abr de 2013

Sindicato em ação: Sindpol/MG reúne-se com Secretário de Defesa Social para tratar e cobrar assuntos pendentes!!!!




Na tarde dessa segunda-feira, 29 o Presidente Denílson Martins e Vice Toninho Pipoco e o Diretor Administrativo José Maria Caximbinho, a convite das lideranças regionais de Governador Valadares participaram de importante reunião com o Secretário de Defesa Social Dr. Rômulo Ferraz com o fito de se cobrar maiores investimentos em segurança pública naquela importante região que tem apresentado índices altíssimos de criminalidade violenta e com considerável grau de sucateamento da estrutura da polícia civil. A prefeita Elisa Costa, e os deputados Bonifacio Mourão, líder do Governo, e o Deputado Hélio Gomes e ainda os Presidentes das Câmaras de Governador Valadares, Frei Inocêncio e todas as suas bancadas de parlamentares cobraram do secretario as promessas feitas pelo Governador em campanha e também em contrapartida os investimentos municipais em segurança pública como seção de prédios servidores, custeio de combustível, energia elétrica água e esgoto, reformas em viaturas e prédios públicos manutenção de câmeras de vídeo etc. O secretário informou do compromisso do Governo com toda região e destacou a escassez de recurso, mas a real possibilidade de execução de obras e serviços neste ano de 2013 em razão de convênios e empréstimos a longo prazo celebrados com aval do Governo Federal. Disse também que atendendo a reivindicações do próprio SINDPOL/MG, cuja Direção se fazia presente naquela tarde, o Governo convocou mais de 300 Delegados excedentes no último concurso e mais de 300 Escrivães da mesma forma para designa-los pelo menos preenchendo todas as comarcas e que ainda este ano será autorizado concurso público para Investigador de Polícia para mais de 1600 vagas e ainda convocação dos excedentes restantes do concurso de Escrivão que somados aos mais de 1500 servidores Administrativos para atividade meio( Analista e Técnicos Assistentes) Peritos e Médicos Legistas poderão reforçar o quadro de efetivo da Instituição Policial que realmente, nos últimos anos não teve a necessária atenção em investimentos mas que agora passa a ser priorizada. O Secretário reconheceu que muitas das reivindicações ali encaminhadas por Prefeitos Deputados e Vereadores são reivindicadas a há anos de forma recorrente pelas entidades sindicais, porém as demandas são muitas e os recursos são escassos, ele disse que esta forma unificada de reivindicação tem uma chance maior de ser priorizadas no orçamento geral do Estado. O Secretário também refletiu a ausência de investimentos do Governo Federal na temática de segurança pública nos Estado e Municípios deixando somente a cargo dos Governos locais a manutenção desse serviço essencial e de fundamental importância. O Presidente do SINDPOL/MG Denílson Martins aproveitou do ensejo para cobrar do Secretário Rômulo Ferraz o envio do projeto 023/2012 que institui a nova Lei Orgânica da Policia Civil e da outras providências. O Presidente alertou ao Secretário que a pressão da base por informações que já se encontram atrasadas sobre o projeto é grande e na condição de dirigente sindical da categoria, tem o dever de alerta-lo que foi marcada Assembleia Geral da classe policial, para o próximo dia 10 de maio em BH e não esta afastada a hipótese de retorno de novo movimento paredista pelo não atendimento às reivindicações antigas e não atendidas da categoria. O secretário informou ao Presidente Denílson que tudo está programado para esta semana e que a categoria será informada e que não depende só da SEDS o atendimento, ele disse que em algumas questões a última palavra é do Governador e de sua Assessoria Técnica da SEPLAG e da Casa Civil, que da parte do Secretário e da chefia da Polícia Civil estava sendo feito o possível e o impossível. O Presidente Denílson Martins e o Vice-Presidente Toninho Pipoco concluíram que as cobranças são sim direcionadas ao Governo Anastásia que fez compromissos com toda a categoria da Polícia Civil e até o presente momento não cumpriu. Eles frisaram que outras classes de servidores já tiveram suas leis orgânicas e projetos de valorização encaminhados ao Legislativo de forma priorizada, inclusive já foram aprovados como é o caso da Polícia Militar do Poder Judiciário, Defensoria Pública, Saúde, Educação e agora até o Novo Estatuto do Servidor Público e a Lei Orgânica dos bombeiros já passaram na frente da Lei Orgânica da Polícia Civil o que na visão dos sindicalistas da PCMG é um desrespeito e uma falta de consideração, uma vez que, essa discussão de LOPC antecede o ano de 2010.


SINDPOL-MG.

Nenhum comentário:

Postar um comentário