SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

18 de abr de 2013

EDITAL PUBLICADO: Rabecões serão terceirizados em Minas Gerais.



FOTO: SAMUEL AGUIAR - 1.7.2012
Minas vai ter mais 30 rabecões
Empresas interessadas devem se inscrever para participar de sessão pública no dia 7 de maio.

Deve ser iniciada, ainda neste semestre, a terceirização dos rabecões de Minas Gerais. Segundo a Polícia Civil, as empresas interessadas em oferecer o serviço devem se cadastrar para participar de uma sessão pública agendada para o dia 7 de maio.
O edital estabelece que a empresa interessada deve ser uma funerária e possuir pelo menos três veículos devidamente adaptados para a remoção de cadáveres e com o máximo de dez anos de fabricação. O serviço deverá ser prestado por um motorista e um ajudante. “O edital, que teve a aprovação da Advocacia Geral do Estado (AGE), prevê os direitos e as sanções a que as empresas estarão sujeitas. O custo por remoção é de R$ 92,00 e existe prazo para a remoção, assim como estão estabelecidos critérios objetivos para definir eventuais inadimplência e má execução do serviço”, explica a assessora técnica da Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF) da Polícia Civil, Carla Regina Barbosa. 
 
A região metropolitana de Belo Horizonte foi dividida em quatro regiões classificadas, pelo edital, em lotes que englobam os municípios a serem atendidos. A empresa só pode se credenciar para prestar o serviço se estiver localizada em uma das cidades do respectivo lote. “O custo de remoção é o mesmo para toda a Grande BH e foi definido pela média obtida numa consulta de preços a empresas do ramo”, esclarece Carla Regina.
As empresas interessadas devem se cadastrar na sala 6 do 4º andar do Edifício Minas, conforme edital publicado nesta quinta-feira (18). O documento está disponível em www.compras.mg.gov.br.
 
Compra de 30 novos rabecões rab
 
A Polícia Civil concluiu a licitação para compra de 30 novos rabecões. A empresa vencedora já assinou o contrato e agora começa a cumprir o prazo estipulado para a entrega dos veículos. Eles devem começar a rodar no segundo semestre para atendimento a municípios da Grande BH e interior do Estado. Nesta semana, o chefe da Polícia Civil de Minas, Cylton Brandão, reuniu-se com os policiais responsáveis pela operação dos rabecões. Atualmente, seis “rabecões” estão disponíveis para o serviço na região metropolitana, sendo um especificamente para Betim. 
 
Além das ocasiões em que a demanda é ampliada, a permanente necessidade de manutenção mecânica dos veículos pode resultar em atrasos na prestação do serviço à população. “A terceirização é uma solução moderna em termos de gestão e vai servir para complementar e ampliar o serviço que já é feito, fazendo com que a Polícia possa atuar de forma mais ágil e eficaz”, afirma o chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão da Matta.

FONTE: O TEMPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário