SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

18 de mar de 2013

Moradores da Serra entram em confronto com a PM após adolescente ser baleado.


Moradores acusaram os policiais de atirarem sem motivo. Polícia apura de onde partiu o disparo.
 
Cristiane Silva Guilherme Paranaiba Publicação: 18/03/2013 10:45 Atualização: 18/03/2013 12:07 

Adolescente de 17 anos foi atingido em uma das pernas. Moradores impediram que ele fosse socorrido em viatura e levaram ele para o hospital em um carro particular (Euler Júnior/EM/DA Press) (Euler Júnior/EM/DA Press)
Adolescente de 17 anos foi atingido em uma das pernas. Moradores impediram que ele fosse socorrido em viatura e levaram ele para o hospital em um carro particular (Euler Júnior/EM/DA Press)


O clima voltou a ficar tenso na manhã desta segunda-feira no Aglomerado da Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, depois do tiroteio que matou um homem e deixou outras 13 pessoas feridas durante uma baile funk na noite de domingo.

Policiais militares e civis fazem buscas pelos suspeitos dos disparos desde as 23h, quando o crime ocorreu na Praça do Cardoso. Por volta das 8h50 de hoje, houve um disparo em um beco da Vila Marçola, perto do local da confusão de ontem. O tiro atingiu a perna de um adolescente de 17 anos. Os moradores acusaram a polícia de atirar sem motivo. Enquanto tentavam levar o rapaz para a viatura, os militares foram impedidos por um grupo e o adolescente foi colocado no carro de um morador para ser levado ao Hospital João XXIII. 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário