SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

24 de jan de 2013

Policial rodoviário é baleado durante abordagem da PM em Uberaba, MG.



24/01/2013 10h44 - Atualizado em 24/01/2013 11h37

Militares revidaram um disparo quando se aproximaram do veículo, diz PM. PRF, no entanto, descarta troca de tiros e diz que policial não tem porte.



Do G1 Triângulo Mineiro




Um policial rodoviário federal foi baleado durante uma abordagem da Polícia Militar (PM), na madrugada desta quinta-feira (24) em Uberaba. Segundo a PM, os policiais envolvidos afirmaram que houve troca de tiros quando se aproximaram do veículo onde estava o policial rodoviário com a suspeita de ter sido roubado. A Polícia Rodoviária Federal (PRF), no entanto, descartou a possibilidade do policial ter trocado tiro com os militares, já que ele estaria desarmado.

Segundo a PM, o roubo ocorreu no Bairro Manoel Mendes, por volta de 0h30 desta quinta-feira. A vítima, de 59 anos, afirmou que estava com o carro estacionado na Rua Maria Aparecida quando outro veículo estacionou atrás. Seis homens, um deles armado, anunciaram o roubo, entraram na casa da mulher, de 51 anos, que estava com a vítima e roubaram diversos objetos e fugiram no carro em que eles estavam.

Durante rastreamento, uma viatura da PM viu um veículo com as mesmas características em um canavial às margens da BR-262, na entrada do Bairro Residencial 2000. Segundo a Polícia Militar, neste momento, houve um disparo em direção aos militares que revidaram. O agente da Polícia Rodoviária Federal, de 50 anos, foi atingido de raspão na cabeça e no ombro. Ele foi socorrido ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM) onde está internado e passa bem.

Segundo o comandante da Polícia Militar em Uberaba, tenente-coronel Ademir Ribeiro, os sete policiais militares que estavam na operação estão detido no batalhão da cidade até determinação do Juiz Militar do Estado. “Os militares estão à disposição da Justiça Militar Estadual. Eles serão ouvidos, assim como a mulher que estava no local, para apurar quem deu o primeiro disparo. Isso também será juntado com o laudo pericial”, concluiu o comandante.

PRF descarta troca de tiros

Segundo o chefe da delegacia da PRF em Uberaba, Márcio Reis, foi apurado de que o policial rodoviário estava dentro do carro dele parada às margens da BR-262 e a mulher estava em outro carro quando os policiais chegaram. “A PM achou que fosse um carro roubado, chegaram e atiram no carro e acertaram o policial. O veículo dele tem algumas marcas de tiro”, revelou o policial rodoviário.


Reis afirmou ainda que o agente da PRF estava desarmado quando a PM chegou. “Esse policial nem porta arma. Ele está afastado e trabalhando no administrativo. Pelo que apuramos até agora, a viatura da PM não tem marcas de tiros e a mulher que estava com o agente não estava armada”, disse.

Segundo Reis, o caso foi encaminhado para a Polícia Civil. “Encaminhamos para que o caso seja investigado pela Justiça comum e será apurado para que o responsável seja responsabilizado”, concluiu o policial rodoviário reforçando que o agente continua internado, mas passa bem e não corre risco de morrer.

Para ler mais notícias do G1 Triângulo Mineiro, clique em g1.globo.com/triangulo. Siga também o G1 Triângulo Mineiro no Twitter e por RSS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário