SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

23 de nov de 2012

Jonal "Hoje em Dia" publica conteúdo de carta do PCC para iniciar ataques contra policiais de MG.



Levantamentos do setor de inteligência da Polícia Civil mineira mostram que há, no Estado, pelo menos 242 membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) – organização criminosa paulista que atua a partir de presídios.

Desse total, 178 estão presos, distribuídos em penitenciárias, inclusive com lideranças no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), na Penitenciária de Segurança Máxima de Francisco Sá, no Norte de Minas.
No alvo

No último fim de semana, o Hoje em Dia recebeu informações de que o PCC, a exemplo do que aconteceu em São Paulo, Santa Catarina e Espírito Santo, estaria se articulando para deflagrar ataques contra bases policiais e contra integrantes das polícias Civil e Militar de Minas.
O Hoje em Dia teve acesso à carta “Salve Geral”, com data de 5/11/12 e apreendida em um presídio do Triângulo Mineiro. No documento, a “Família 1533 PCC” conclama os companheiros a iniciar uma onda de ataques e atentados em Minas, contra os “vermes”, em alusão a policiais.
Pelo planejamento, o Estado foi dividido em três regiões: a metropolitana de BH, o Triângulo Mineiro e a Sul. No documento, há uma lista com 12 nomes de policiais militares e seis policiais civis marcados para morrer. Quem cumprir a empreitada receberia uma “bonificação”.
O estopim para a ordem teria sido os maus-tratos que os detentos estariam recebendo em penitenciárias mineiras e a morte de um dos “irmãos” do PCC.

FONTE: HOJE EM DIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário