SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

4 de out de 2012

Polícia Civil prende Roni Peixoto, o traficante mais procurado de Minas Gerais.






A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu na madrugada desta quinta-feira (04 de outubro), Roni Peixoto de Souza, conhecido como Gordo, Gordão ou Roni, de 41 anos. Ele foi preso no Bairro Residencial Porto Seguro, em Goiânia (GO), por equipes da polícia mineira.
Roni era o traficante de drogas mais procurado do Estado, figurando na lista do Programa Procura-se, lançado pelo Governo de Minas em 2011 por meio da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) em parceria com a Polícia Militar,a Polícia Civil e o Instituto Minas Pela Paz. Roni estava em uma casa com forte sistema de segurança com monitoramento reforçado e cerca elétrica, em um bairro de classe média alta.
Para o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, Cylton Brandão da Matta, a prisão de Roni foi resultado do trabalho de investigação de polícia judiciária, dedicação e persistência da Polícia mineira. “A prisão do Roni era um compromisso com a segurança pública de Minas Gerais”, destaca o chefe da Polícia Civil.
O superintendente de Investigações e Polícia Judiciária, Jeferson Botelho, vai para Goiânia para acompanhar os detalhes da transferência de Roni Peixoto para Minas Gerais.
Comando Vermelho
Roni Peixoto de Souza atuava em toda a Região Metropolitana de Belo Horizonte, mas tinha como principal reduto o aglomerado da Pedreira Prado Lopes, na capital. Ele era procurado por homicídio, posse e porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e tráfico de drogas. É tido como líder do Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro com ramificações em Minas Gerais.
Entre seus principais comparsas estão seu irmão Raimundo Peixoto de Souza e Luiz Fernando de Souza, o Fernandinho Beira Mar. De 29 criminosos listados desde 2011, 16 já foram presos.

Roni Peixoto foi preso em Goiânia por equipes da polícia mineira. Foto: divulgação/SEGOV.
O Procura-se é um programa do Governo de Minas e do Instituto Minas Pela Paz, que consiste na fixação de cartazes com o rosto dos criminosos procurados em locais de grande circulação de pessoas, além da divulgação em sites, redes sociais e veículos de imprensa. Além da prisão dos criminosos, o programa busca inibir a sua circulação, evitando a prática de novos delitos.
A terceira lista do Procura-se foi divulgada em agosto deste ano e é a primeira a contar com criminosos também do interior do Estado, envolvendo as Regiões Integradas de Segurança Pública de Juiz de Fora, Montes Claros, Governador Valadares, Ipatinga e Uberlândia.
De 29 criminosos que integram as três listas do Procura-se (duas em 2011 e uma em 2012), 16 já foram presos. Da terceira lista lançada neste ano, contendo 12 criminosos, a polícia já prendeu, além de Roni Peixoto, Luiz Carlos Dutra, também conhecido como Patrão, de 34 anos, procurado por homicídio na região de Governador Valadares, e Ronan Rodrigues Pereira, o Ronan do Bom Será, que tinha atuação na cidade de Matozinhos. Ele é acusado de tráfico de drogas, homicídio e ameaça à Policial Civil.

Com informações da SEGOV/Governo de Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário