SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

6 de out de 2012

MONTE ALEGRE DE MINAS/MG.


MONTE ALEGRE DE MINAS/MG - Grupo de extermínio: cinco são suspeitos de matarem três usuários de drogas

Policial civil também estava marcado para morrer

Três jovens foram presos e dois menores apreendidos, suspeitos de integrarem um grupo de extermínio, na cidade de Monte Alegre de Minas, a cerca de 70 quilômetros de Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

De acordo com a Polícia Civil (PC) o líder do grupo seria Guilherme Pereira de Moura, de 20 anos, que foi preso durante uma abordagem policial de rotina, realizada na semana passada.

Na ocasião, ele estava com um outro suspeito da mesma idade, transitando em uma motocicleta furtada.

As investigações apontaram nesta semana que existia uma lista de condenados à morte e dentre eles estava um policial.

Guilherme vinha sendo investigado pela possível participação em três homicídios registrados na cidade neste ano.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, todas as vítimas eram usuárias de droga e estavam devendo para os traficantes.

Clayton Pereira Gonçalves foi morto no dia 29 de agosto, Welber Barsanufo da Silva, no dia 1º de setembro e Samuel da Costa Silva, no dia 13 de setembro.

Dois adolescentes que teriam sido contratados por Guilherme para assassinarem as duas primeiras vítimas foram apreendidos e confessaram os crimes.

O grupo promovia festas onde eram tomadas as decisões sobre as pessoas que deveriam ser mortas e dentre as possíveis vítimas estava um policial civil, que teria prendido o chefe do bando há dois anos, por envolvimento em um outro homicídio.

“Nas festas, eles decidiam quem deveria morrer. Um policial civil estava marcado para morrer por ter efetuado a prisão do chefe deles há dois anos, por envolvimento em um homicídio”, revela o delegado responsável pelo caso, Luiz Antônio Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário