SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

16 de out de 2012

ALERTA EM MG:REGIÃO METROPOLITANA DE BELO HORIZONTE Suposto segurança do traficante Nem da Rocinha é preso em Ribeirão das Neves.



Suspeito teria fugido da capital fluminense após a implantação da Unidade de Polícia Pacificadora
16/10/2012 12h36
Avalie esta notícia » 
2
4
6
8
GABRIELA SALES/RICARDO VASCONCELOS
Siga em: twitter.com/OTEMPOonline
  • Notícia
  • Comentários(3)
  • Compartilhe
  • Mais notícias
A
A
O suposto segurança do traficante mais conhecido e perigoso do Rio de Janeiro foi preso no início da tarde desta terça-feira (16) no bairro Florença, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte.
Segundo militares da 202ª Companhia da Polícia Militar, uma denúncia anônima informou a polícia de que um jovem, de 21 anos, estava comandando a venda de entorpecentes na região.
Conforme informações da polícia, o suspeito foi abordado na porta de casa na rua Doze. No imóvel, a polícia apreendeu 29 buchas de maconha, 30 pedras de crack e grande quantidade de cocaína, dois rádios comunicadores, celulares e um revólver calibre 38 com a numeração raspada.
De acordo com a PM, o suspeito confessou envolvimento com o tráfico de drogas e de ter fugido da favela da Rocinha, na capital fluminense durante a implementação da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).
O suspeito informou a polícia que está em Minas há aproximadamente sete mês. O rapaz teria fugido do Rio, após a prisão de Antônio Bonfim Lopes, o Nem, que comandava a venda de drogas na Rocinha, na zona sul da cidade. Ainda segundo a PM, o suspeito realizava o serviço de segurança para o traficante.
O homem foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Ribeirão das Neves. A polícia irá verificar se existe algum pedido de prisão em aberto para o rapaz no Rio de Janeiro.
Goleiro Bruno
Na delegacia, o suspeito disse aos jornalistas que o goleiro Bruno Fernandes e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, possuíam ligações com Nem. Segundo o homem, o jogador frequentava a cobertura de luxo do traficante que ficava dentro do aglomerado, porém não soube informar se o jogador usava ou comprava drogas. Ainda conforme informações do suspeito, o traficante Nem teria mandado dinheiro para Macarrão, após o desaparecimento e morte de Eliza Samudio.
Polícia Civil e Militar não confirmam as informações dadas aos jornalistas pelo suspeito. A reportagem do Portal O Tempo Online vai entrar em contato com os advogados de Bruno e Macarrão para esclarecer a denúncia.
Matéria atualizada às 17h39

Nenhum comentário:

Postar um comentário