SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

3 de mai de 2012

Histórico do Presídio Militar "Romão Gomes".



  • Mecânica e Auto-Eletríco
    
  • Funilaria e Pintura
    
  • Marcenaria e Carpintaria
    
  • Agricultura 
    
  • Agropecuária
    
  • Eletroeletrônicos
    
  • Lava-Rápido
    
  • Tapeçaria de Autos e Geral
    
  • Barbearia
    
  • Serralheria
    
  • Alfaitaria
    
  • Gráfica
    
  • Fábrica de Casinha de Cachorros
    
  • Empresa de Digitação
    
Histórico do Presídio Militar "Romão Gomes".

Inaugurado no dia 21 de Abril de 1949, provisoriamente na Invernada do Barro Branco, ficando subordinado ao Contingente do Quartel General; seu primeiro Comandante foi o Primeiro Tenente Yolando Prado. Suas instalações iniciais eram precárias por demais, sendo que foi instalado em dois barracões que serviam como depósito de alfafa ao destacamento de cavalaria do C.I.M. (Centro de Instrução Militar). Posteriormente, foi transferido para a casa que serviu como moradia dos Comandantes do CFA (Centro de Formação e Aperfeiçoamento, hoje APMBB - Academia de Policia Militar do Barro Branco). Como as acomodações eram precárias, criou-se no Regimento de Cavalaria nove de Julho, xadrezes destinados à Subseção Correcional.
Unidade Administrativa
Passou a funcionar como unidade administrativa autônoma a partir de 15 de Janeiro de 1952, sendo que em 18 de Agosto de 1954, foi oficializado pelo decreto nº 28.653. Desde sua fundação, funcionou como unidade autônoma, subordinada administrativamente ao Comando Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo e juridicamente ao Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo. Foi criado com o nome de Presídio Militar "Romão Gomes" no tempo da Força Pública do Estado de São Paulo e ainda por alguns anos manteve o seu nome, depois da unificação no ano de 1969, entre a Força Pública do Estado de São Paulo e Guarda Civil, resultando a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Em 15 de Dezembro de 1975, surge o decreto nº 7.290, mudando seu nome para: Presídio da Polícia Militar "Romão Gomes".
Coronel Doutor Romão Gomes
Seu nome foi uma homenagem prestada ao Coronel Dr. Romão Gomes, ilustre militar e participante do movimento de 1932. Juntamente com a carreira militar, bacharelou-se em direito em 24 de Novembro de 1937, tendo sido o primeiro militar, Juiz do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo.

FONTE:PMSP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário