SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

13 de abr de 2012

PM e bombeiros são chamados para conter rebelião em presídio feminino em BH.

Pelo menos 150 detentas da Penitenciária Estevão Pinto (Piep), conhecida como penitenciária de mulheres, fazem um princípio de rebelião, no início da noite desta sexta-feira (13), na unidade instalada na rua Conselheiro Rocha, no bairro Santa Tereza, na região Leste da capital.
De acordo com informações preliminares repassadas por um funcionário do Centro Socioeducativo Santa Terezinha, que fica no mesmo local, várias viaturas da Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros estão na porta da unidade para tentar conter a confusão.
Segundo o trabalhador, é possível ouvir barulho de tiros de borracha e a suspeita é que tenha mulheres feridas no local. Apesar da presença de viaturas dos bombeiros, não há registro de queima de colchões ou fumaça vindo da penitenciária.
A reportagem do Portal O Tempo Online entrou em contato com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), que ainda apura o caso, sem saber ao certo o que houve.
Atualizada às 19h04.

FONTE: O TEMPO.

Um comentário:

  1. Sim, todos falam da presa ferida de raspão mas ninguem conta que se não fossem as proprias agentes internas um integrante da escolta e uma integrante do git (gitaf) a coisa teria sido pior, a agente pega de refem saiu em choque e por pouco nao saiu morta de lá!a cadeia ta uma panela de pressão a um bom tempo e isso nao é por super lotação não isso é porque a cadeia é boa de mais festa pra presa é todo dia!!!

    ResponderExcluir