SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

19 de nov de 2011

PRESO MANDAVA MATAR.

Carro de uma das vítimas foi atingido por vários tiros
Condenado a 11 anos de prisão por tráfico de drogas, um preso foi beneficiado pelo regime semi-aberto, na penitenciária José Maria Alkmim, em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Com a medida, Adão Baltazar de Carvalho Rocha, de 27 anos, aproveitava o período fora das grades, para comandar negócios ligados ao tráfico de drogas e ser o mandante de pelo menos cinco assassinatos. É o que aponta uma investigação da Polícia Civil, que prendeu o suspeito ontem.

Conforme um policial, que não quis se identificar, Adão seria de uma facção criminosa com atuação na Pedreira Padre Lopes, na região Nordeste da capital. "Ele, inclusive, seria um rival do Roni Peixoto, o braço direito em Minas do traficante Fernandinho Beira-Mar", revelou o policial. Devido a disputas por causa do tráfico de drogas, Adão teria mandado matar duas pessoas no dia 2 do mês passado. Dois dias depois, mais três pessoas foram mortas. Os executores do crime também foram presos ontem e identificados como Rafael, o "bazuca", e Felipe, o "Lie", ambos de 24 anos. Eles foram levados para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) São Cristovão, na região Nordeste.

Adão também foi transferido para José Maria Alkmim.
FONTE: SUPER NOTÍCIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário