SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

13 de ago de 2011

Presidiário usava Twitter de dentro de cadeia.


A Polícia Civil investiga se um perfil no Twitter é de um detento da Penitenciária Estadual do Jacuí, em Charqueadas, na região metropolitana de Porto Alegre (RS). Uma delegada teria desconfiado de usuário que solicitou autorização para seguí-la na rede social. O perfil é atribuído a Rodrigo Ceron Rodrigues, conhecido como Bola, preso desde 2008, após participação em um assalto a uma agência da Caixa Econômica Federal, em 2002, em Santa Maria.

Na tarde desta quinta-feira (11) a Brigada Militar apreendeu um celular smartphone que estava em poder do preso, dentro da penitenciária. O aparelho tem acesso a redes sociais como Twitter e Facebook. De acordo com o coronel Leodimar Aldo Mantovani, o celular foi enviado à Polícia Civil de Charqueadas para perícia. Em depoimento, Rodrigues negou o envolvimento e afirmou que o Twitter é de responsabilidade de seu irmão, que mora em Santa Catarina.

Em postagens recentes, o usuário afirma estar preso na penitenciária de Charqueadas e pede ajuda aos familiares. Um dos fatores que chamou a atenção da polícia foi o perfil seguir diversos delegados, autoridades criminais, portais de notícias e jornalistas do Rio Grande do Sul. Entre os seguidos estão governador Tarso Genro.

O criminoso foi um dos sete indiciados pelo Ministério Público, em 2002, suspeito de envolvimento com a organização criminosa do traficante Fernandinho Beira-Mar.

FONTE: R7 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário