SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

16 de ago de 2011

"O Congresso não é 100% corrupto" .



O delegado Protógenes Queiroz ficou conhecido em todo Brasil pelas investigações feitas em casos de grande repercussão, com a prisão do banqueiro Daniel Dantas. A fama ganha pelo trabalho na Polícia Federal conduziu Protógenes a um cenário contraditório. Se, por um lado, há três anos está afastado da PF, como punição, por outro teve a aclamação das urnas, que o levaram a ser deputado federal.

O parlamentar confessa que, logo quando chegou a Câmara, alguns colegas o viam com desconfiança, afinal deputados federais também tinham sido investigados por Protógenes Queiroz. Delegado e preso no mesmo local, foi isso que proporcionou a eleição dele, que hoje convive no mesmo plenário com o deputado federal Paulo Maluf, que já investigou e chegou a prendê-lo em uma das operações. "Só temos um cumprimento cordial, mas a distância porque é até um desconforto para ele muito grande. Para mim não porque cumpri o meu papel. Agora para ele acredito que tenha um desconforto porque está todo dia com seu carcereiro ali", destaca Protógenes.
O delegado fala com naturalidade dos processos administrativos que responde na Polícia Federal e admite que ganhou gosto pela atividade parlamentar. A volta para PF só acontecerá se naufragar nas eleições de 2014, mas a disposição demonstrada por Protógenes é de fazer carreira como político. Ganhou gosto pela política e traz um tom de idealismo em mudar a situação do Brasil. "Como muitos brasileiros eu nunca acreditei na política. Vim ter a percepção de que política é o principal vetor de transformação social e desenvolvimento do país a partir do momento em que me vi afastado do meu trabalho técnico, aquele trabalho que a princípio achava que dava resultado para o país", destaca.

O convidado de hoje do 3 por 4 fala com tranqulidade, demonstra uma grande preocupação em mudanças no país e aposta no novo rumo. Com vocês o deputado-delegado, o delegado-deputado federal Protógenes Queiroz.

FONTES:TRIBUNA DO NORTE,NOTÍCIAS DA PC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário