SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

30 de ago de 2011

Militares envolvidos em morte de empresários decapitados em BH são expulsos da polícia.


Dois cabos lotados no 22º Batalhão foram expulsos da Polícia Militar nesta segunda-feira (29), acusados de envolvimento na morte de dois empresários que foram decapitados no bairro Sion, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, em abril de 2010.

A notícia foi confirmada pelo tenente-coronel Alberto Luiz, chefe do Departamento de Comunicação Social da Polícia Militar, que informou que o documento de exclusão foi assinado pelo coronel Renato Vieira de Souza nesta manhã.

Segundo Alberto Luiz, os dois militares estão presos em quartéis da região metropolitana de Belo Horizonte, mas devem ser transferidos para instalações prisionais públicas já que não fazem mais parte da Polícia Militar.

O tenente-coronel informou ainda que a expulsão ocorreu após ficar comprovado que os policiais violaram um termo do Código de Ética da polícia que visa não gerar escândalos à honra pessoal do decoro da classe militar.

Conforme o tenente-coronel, outros militares estão sendo investigados.

O crime
Os empresários Rayder dos Santos Rodrigues e Fabiano Ferreira Moura foram mortos em um apartamento do bairro Sion, região centro-sul de Belo Horizonte, em abril de 2010. Os dois estariam envolvidos em um esquema de lavagem de dinheiro e fornecimento de notas fiscais frias. Um dia depois do duplo homicídio, os corpos foram localizados queimados e sem as cabeças em uma mata de Nova Lima, na região metropolitana

FONTE: O TEMPO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário