SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

12 de jul de 2011

Operação “Coagulante” da Polícia Civil prende três pessoas.


última modificação 12/07/2011 09:07.

O objetivo, segundo o delegado Fernando Lima, foi coibir o alto registro de crimes de homicídio na região


Eram cinco horas da manhã, quando policiais civis se reuniram na delegacia para discutir como seria a “Operação Coagulante”. Ao todo foram seis mandados de prisão temporária, sendo três em Entre Folhas, dois em Caratinga e um em Imbé de Minas. Também foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas mesmas cidades.


EM CARATINGA


O jornalismo do Super Canal acompanhou uma das prisões que aconteceu no bairro Nossa Senhora Aparecida, em Caratinga. A polícia buscou em uma residência Dário José Gonçalves de 26 anos e Dário Arthur Silva de 27. Os irmãos e mais dois menores são acusados de assassinar André Barbosa com 15 tiros de arma de fogo em fevereiro deste ano. A polícia também aponta Cristiano Carlos da Silva como um dos autores do homicídio, que ainda não foi localizado.


O motivo do crime teria sido disputa por ponto de tráfico de drogas. Na casa, a polícia prendeu apenas Dário José Gonçalves. O outro acusado, Darío, teria fugido pelos fundos do imóvel no momento em que a polícia chegou. “Essa operação teve como objetivo coibir esses autores que cometem crimes de homicídio. Queremos mostrar que a polícia está ativa no combate a crimes como esses”, afirma o delegado Fernando Lima.

EM ENTRE FOLHAS


A operação “Coagulante”contou com a participação de mais duas equipes de policiais civis. Uma delas, comandada pelo delegado Fernando Lima, prendeu duas pessoas na cidade de Entre Folhas. Welington Aparecido dos Santos, conhecido como Welington Mongol de 21 anos, Cleverton Aparecido dos Santos conhecido como Tebinha de 19, são acusados de matar Volnei de Jesus Costa de 32 anos há cerca de oito meses.


O motivo do crime, uma dívida de R$ 40,00. A Polícia também aponta um terceiro envolvido nesse crime. Diones da Silva Araújo de 28 anos, que não foi encontrado pelos policiais. Ao avaliar os três inquéritos que moveram esta operação, o delegado Fernando Lima relata que o homicídio é o crime que mais preocupa a Policia Civil do estado de Minas Gerais. “E vamos continuar trabalhando para que crimes como este não aconteça em nossa região”.


EM IMBÉ DE MINAS


Uma outra equipe de policiais cumpriu um mandado no Córrego dos Manducas em Imbé de Minas. A busca foi por Gilmar Martins Lourenço de 26 anos acusado de tentar matar Sebastião Lourenço de 34, no mês passado. Segundo o delegado, a tentativa de homicídio foi por motivo de vingança. Gilmar também não foi localizado por policiais.

UM BALANÇO


Dos seis mandados de prisão temporária, três pessoas foram presas. Alguns autores não foram localizados pela polícia, mas ainda continuam sendo procurados. Dos três homicídios registrados na região, dois estão ligados ao tráfico de drogas. “Vamos continuar buscando provas contra esses autores que foram presos nessa operação e em busca dos autores ainda foragidos”, finaliza o delegado Fernando Lima.


FONTE:SUPER CANAL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário