SEGURANÇA PÚBLICA

SAIBA TUDO SOBRE A SEGURANÇA PÚBLICA!

16 de abr de 2010

PM e quadrilha são presos suspeitos de decapitar empresários

Um policial militar do 22º Batalhão de Belo Horizonte, dois estudantes universitários e um empresário americano foram presos nesta terça-feira pela suspeita de envolvimento na morte de dois empresários no último sábado. As prisões aconteceram no bairro Sion, região centro-sul da capital mineira.



De acordo com um policial que participou da operação, as vítimas foram sequestradas e torturadas pelo grupo em um apartamento do homem que seria o líder da quadrilha, um estudante de direito de 32 anos.


Os corpos de Rayder Rodrigues, 38 anos, e Fabiano Ferreira Moura, 32 anos, foram encontrados por policiais na fazenda do Rio do Peixe, estrada do Vale do Sol, em Rio Acima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Eles teriam sido mutilados, decapitados e em seguida carbonizados.


De acordo com as primeiras investigações, os crimes estão relacionados com a ação de uma quadrilha que praticava extorsão e lavagem de dinheiro. No local do crime, depois de ser dopado com bebidas alcoólicas e drogas, uma das vítimas teve o cartão de crédito roubado e usado pela quadrilha, que teria conseguido efetuar um saque de R$ 80 mil pela internet.


A ação da Polícia Civil foi acompanhada pela Corregedoria da Polícia Militar. O policial militar preso foi autuado em flagrante e ficará detido em um batalhão até o julgamento. Um processo administrativo disciplinar foi aberto e, caso fique comprovada sua participação, ele poderá ser excluído da corporação.


Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram a partir de um boletim de ocorrência registrado por policiais militares do Batalhão Rotam, que receberam denúncias sobre o crime. Pelo menos outras duas pessoas ainda estão foragidas, uma médica e um cantor evangélico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário